Alternate Text
CNAM
Saúde e bem-estar Alternate Text Alternate Text
Lácteos e Saúde Digestiva Alternate Text Alternate Text
Lácteos e Saúde Digestiva
go back arrow anterior

A alimentação desempenha um papel determinante na saúde, incluindo na saúde digestiva. O leite e os lácteos, por sua vez, apresentam um extraordinário valor nutricional e um efeito potencialmente benéfico na saúde.

Os lácteos contêm componentes que podem ter um papel promotor da saúde digestiva.

São uma excelente fonte de cálcio, que contribui para o normal funcionamento de várias enzimas digestivas, bem como de cloreto, um mineral que contribui para a digestão através da produção de ácido clorídrico no estômago.

Os produtos lácteos são também o veículo alimentar natural de probióticos – microrganismos vivos que, quando consumidos em quantidades adequadas, proporcionam benefícios para a saúde de quem os consome – de que são exemplo vários microrganismos dos géneros Lactobacillus e Bifidobacterium. Efeitos positivos no microbiota intestinal têm impacto não só na saúde digestiva, mas na saúde em geral.

A fibra, presente no leite e lácteos se estes forem enriquecidos neste nutriente, pode ter um efeito benéfico na normal função intestinal, dependendo da sua proveniência e da quantidade de fibra ingerida. Além disso, os lácteos enriquecidos em fibra também podem constituir uma boa estratégia para o aumento do consumo deste nutriente. Isto é especialmente importante sabendo que 76% da população portuguesa não ingere fibra suficiente, ou seja, pelo menos 25 g/dia.

Por outro lado, a intolerância à lactose também pode interferir negativamente no bem-estar digestivo. Ocorre quando o organismo não produz lactase suficiente, uma enzima que tem como função dividir a lactose nos seus componentes mais simples, permitindo a sua absorção para a corrente sanguínea. Quando esta deficiência se verifica, a lactose permanece intacta no intestino, causando sintomas digestivos, tais como desconforto abdominal, dor, diarreia, náuseas, flatulência e/ou inchaço abdominal. Os sintomas da intolerância à lactose podem ser controlados de forma simples, através da adoção de uma dieta sem lactose ou com um teor reduzido de lactose. O leite e os lácteos sem lactose ou com teor de lactose reduzido permitem que as pessoas intolerantes à lactose possam continuar a beneficiar da riqueza nutricional dos lácteos com todo o bem-estar digestivo.

 



go back arrow Voltar ao Topo

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para saber quem são os nossos visitantes e, desta forma, prestar um melhor serviço, mais seguro e personalizado para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies. Pode consultar os Termos de Utilização do site aqui.