Alternate Text
CNAM
Perguntas Frequentes Alternate Text Alternate Text
Perguntas Frequentes
go back arrow anterior
 Qual a importância do leite e derivados na alimentação?

 Porque é que o leite é um alimento tão interessante?

 Quais são os principais nutrientes do leite?

 Qual é a diferença entre iogurte e leite fermentado?

 Qual é a importância do cálcio na dieta humana?

 Os laticínios são as nossas principais fontes de cálcio?

 Porque é que a ingestão de proteínas é tão importante?

 O leite tem açúcar?

 Qual a diferença entre a alergia ao leite e intolerância à lactose?

 Como posso saber se sou intolerante à lactose?

 Sendo intolerante à lactose posso beber leite?

 Que tipos de leite existem?

 O consumo de leite é adequado a todas as idades?

 O leite engorda?

 O leite ajuda a dormir melhor?

 Quantos copos de leite devo beber por dia?

 Qual o tipo de leite mais adequado à minha faixa etária?

 O leite pode ser uma bebida interessante para desportistas?

 As bebidas vegetais podem ser consideradas substitutos do leite?







Qual a importância do leite e derivados na alimentação?
De acordo com a Roda dos Alimentos Portuguesa, os laticínios devem representar 18% da nossa alimentação diária, o que corresponde a cerca de 3 porções diárias. O leite é um dos alimentos mais completos do ponto de vista nutricional e além disso é um alimento de excelente qualidade e densidade nutricional, uma vez que oferece uma extraordinária relação entre calorias e nutrientes essenciais para o organismo.
 
go back arrow Topo

Porque é que o leite é um alimento tão interessante?
O leite é um alimento natural, com características físico-químicas únicas que permitem transformá-lo em variados produtos lácteos. É um alimento rico do ponto de vista nutricional, que ajuda a hidratar e a satisfazer as necessidades nutricionais diárias. Além de tudo isto, é um alimento versátil que se integra facilmente na alimentação diária e nas preferências individuais.
 
go back arrow Topo
Quais são os principais nutrientes do leite?
O leite é um alimento com uma riqueza nutricional única: proteínas, hidratos de carbono, lípidos, riboflavina (vitamina B2), vitamina B12, cálcio, potássio, fósforo e iodo. As suas características nutricionais, fazem do leite um alimento desejável ao longo de todo o ciclo de vida.
 
go back arrow Topo
Qual é a diferença entre iogurte e leite fermentado?
O leite fermentado é o produto coagulado obtido por fermentação devido à ação de fermentos (microrganismos) específicos sobre o leite.

O iogurte, por sua vez, é um tipo específico de leite fermentado, que se distingue dos restantes leites fermentados pelo tipo de fermentos que o compõem. O iogurte é o produto coagulado obtido por fermentação láctica devido à ação exclusiva dos fermentos Lactobacillus bulgaricus e Streptococcus termophilus sobre o leite.
 
go back arrow Topo
Qual é a importância do cálcio na dieta humana?
O cálcio, um dos principais nutrientes do leite, é necessário para a manutenção de ossos e dentes. É um dos mais importantes elementos do corpo humano: todas as células necessitam de cálcio para funcionarem corretamente. Cerca de 99% do cálcio armazenado no nosso corpo encontra-se nos ossos e dentes. O restante, 1%, encontra-se em circulação no sangue, sendo daí distribuído para as células e para os órgãos que dele necessitam: o cálcio participa na coagulação sanguínea, na transmissão de impulsos nervosos, na contração muscular, no funcionamento das enzimas digestivas, no normal metabolismo produtor de energia, entre outros processos biológicos.

O cálcio é um mineral e só o podemos obter através da alimentação. Importa por isso garantir a satisfação da quantidade de cálcio que o organismo necessita, tendo em conta a variação ao longo da vida, do sexo e situação fisiológica.
 
go back arrow Topo
Os laticínios são as nossas principais fontes de cálcio?
Sim, os laticínios são os nossos principais fornecedores de cálcio, pois além de serem dos alimentos mais ricos neste mineral, o cálcio é mais facilmente absorvido pelo nosso organismo do que o cálcio de outros alimentos.

Existem outros alimentos que oferecem cálcio, tais como os legumes verdes (como, por exemplo, os espinafres e os brócolos), alguns cereais, frutos secos e peixes (principalmente os que podem ser comidos com espinhas). Mas o cálcio pode não ser absorvido pelo organismo com a mesma facilidade, devido à presença de componentes quelantes, ou seja, que reduzem a absorção de cálcio, como fitatos e oxalatos (presentes por exemplo nos cereais e nos vegetais verdes). Por exemplo, seria necessário consumir cerca de 2,5 chávenas de brócolos, 7 chávenas de feijão vermelho ou 170 g de amêndoas torradas para absorver o cálcio equivalente a uma chávena de leite (250ml).
 
go back arrow Topo
Porque é que a ingestão de proteínas é tão importante?
As proteínas contribuem para o crescimento e manutenção da massa muscular e também para a manutenção de ossos normais.

As proteínas são nutrientes constituídos por unidades estruturais designadas de aminoácidos. Das combinações possíveis a partir de 20 aminoácidos distintos, o organismo produz as proteínas de que necessita.

Chamam-se proteínas de alto valor biológico aquelas que incluem aminoácidos essenciais (o nosso organismo não os consegue sintetizar, por isso só podem ser obtidos através da alimentação) em proporções adequadas ao nosso organismo. Estas proteínas encontram-se geralmente em alimentos de origem animal, como leite e derivados, ovos, carnes, aves, peixe.
 
go back arrow Topo
O leite tem açúcar?
O leite “simples” não tem adição de açúcar, é um alimento natural, sem qualquer adição ou extração.
 
O leite é um alimento com uma extraordinária riqueza nutricional, composto por vários tipos de nutrientes, como proteínas, hidratos de carbono, lípidos, água, vitaminas e minerais. Os hidratos de carbono no leite são representados pela lactose, que é um tipo de açúcar e faz parte da composição natural do leite (aproximadamente 4,7%). Quando ingerida, a lactose é digerida pela lactase, uma enzima presente no sistema digestivo, que divide a lactose nos seus dois componentes mais simples: a glucose e a galactose.
 
go back arrow Topo
Qual a diferença entre a alergia ao leite e intolerância à lactose?
A alergia ao leite ou alergia às proteínas do leite de vaca (APLV) é uma reação adversa do organismo que envolve o sistema imunitário.
 
A intolerância à lactose não envolve o sistema imunitário e decorre da dificuldade do organismo em digerir a lactose (açúcar do leite), causada por uma deficiência ou ausência de lactase, a enzima que a digere.

Enquanto a intolerância pode surgir a qualquer momento, principalmente na idade adulta, a alergia (APLV) ocorre, geralmente, em crianças pequenas.
Qualquer uma das situações deve ser diagnosticada pelo médico e acompanhada pelo nutricionista.
 
go back arrow Topo
Como posso saber se sou intolerante à lactose?
Algumas pessoas podem considerar-se intolerantes à lactose porque têm sintomas digestivos e, na realidade, não o serem. A intolerância à lactose deve ser sempre diagnosticada pelo médico.


A intolerância à lactose caracteriza-se por um desconforto abdominal após o consumo de lactose. A principal consequência da ingestão de lactose para um intolerante é o desconforto abdominal. No entanto, estes sintomas podem ser causados por outros motivos. É muito importante consultar o médico para obter um diagnóstico concreto: identificar a causa da intolerância (primária ou secundária) e, caso não se confirme a intolerância à lactose, redirecionar a pesquisa para outras causas possíveis dos sintomas. Os testes específicos para determinar a intolerância à lactose podem ser: biópsia da mucosa intestinal, doseamento do açúcar no sangue ou teste respiratório de hidrogénio, sendo o último o mais utilizado por ser o mais simples e simultaneamente o mais rigoroso.
 
go back arrow Topo
Sendo intolerante à lactose posso beber leite?
Os intolerantes à lactose podem conseguir digerir quantidades variáveis de leite ou de outros produtos lácteos sem sintomas, consoante o grau de intolerância. Para quem sente desconforto abdominal, já existe no mercado um leque variado de opções lácteas “sem lactose”.
 
go back arrow Topo
Que tipos de leite existem?
Os leites podem ser classificados de acordo com o tratamento térmico ou com o teor de gordura:

Tratamento térmico – pasteurizado ou ultrapasteurizado (UHT);

Teor de gordura – Leite gordo ou leite inteiro (teor de matéria gorda mínimo de 3,50 %); Leite parcialmente desnatado ou leite meio-gordo (teor de matéria gorda entre 1,50 % e 1,80 %); Leite desnatado ou leite magro (teor de matéria gorda máximo 0,50 %). Dentro de cada um destes tipos de leites, existem ainda leites com sabores; leites com adição de nutrientes ou substâncias (ex.: cálcio, vitamina D, vitaminas, proteínas, esteróis vegetais) ou redução de nutrientes (ex.: lactose, açúcares adicionados).
 
go back arrow Topo
O consumo de leite é adequado a todas as idades?
Os seus inúmeros benefícios fazem do leite um ótimo alimento para integrar a dieta de crianças e adultos de todas as idades. Além disso, existem leites especiais que permitem adaptar a composição nutricional do leite às necessidades de cada um.
 
go back arrow Topo
O leite engorda?
Pelo contrário. Diversos trabalhos de investigação sugerem que a inclusão de produtos lácteos magros em planos alimentares é fundamental para uma perda de peso saudável, ou seja, perda de massa gorda com manutenção de massa muscular. A ingestão regular de cálcio também parece facilitar a oxidação de gordura. Desta forma, o leite e seus derivados são bons aliados para perder peso de forma saudável e equilibrada.

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.
 
go back arrow Topo
O leite ajuda a dormir melhor?
Um dos aminoácidos do leite, o triptofano, é responsável por modular a produção de serotonina (um neurotransmissor que dá sensação de bem-estar) que, por sua vez, é precursor da melatonina, a qual induz o sono. Para ser mais eficaz, é necessário que o leite seja ingerido a temperatura tépida e acompanhado de uma fonte de hidratos de carbono (por exemplo, aveia, pão escuro, cereais integrais).

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.
 
go back arrow Topo
Quantos copos de leite devo beber por dia?
As recomendações de ingestão da Roda dos Alimentos indicam 2 a 3 porções de leite e derivados por dia, que podem ser obtidas com 2 ou 3 copos de leite de 250ml. Esta porção pode variar atendendo às especificidades, fase do ciclo de vida, gosto individual e da quantidade diária ingerida de alimentos equivalentes.

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.
 
go back arrow Topo
Qual o tipo de leite mais adequado à minha faixa etária?
O leite de vaca não deve ser consumido nos primeiros 12 meses de vida.
 
Entre os 12 e os 24/36 meses, é desejável a utilização de “leites de crescimento”. Neste período, o leite deverá conter um teor de gordura total ao nível do leite gordo (com ácidos gordos de fácil digestibilidade) e enriquecimento em ácidos gordos ómega-3, devido ao desenvolvimento do sistema neurológico.

Após essa idade, poderá optar por leite meio-gordo e a partir da adolescência por leite meio-gordo ou magro. Ressalve-se que na escolha do tipo de leite deve considerar o que melhor se adequa à sua condição fisiológica ou de saúde, pelo que para uma escolha mais adequada deve consultar um nutricionista.

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.
 
go back arrow Topo
O leite pode ser uma bebida interessante para desportistas?
O leite oferece muitos nutrientes importantes para o funcionamento normal do organismo e recentemente vários estudos científicos têm vindo a demonstrar que o leite também pode ser uma bebida desportiva.

Tanto o leite branco como o leite com chocolate podem contribuir para a recuperação muscular, na medida em que são boas fontes de hidratos de carbono, sob a forma de lactose. Os hidratos de carbono contribuem para a recuperação da função muscular normal (contração) após o exercício físico de elevada intensidade e/ou prolongado conducente a fadiga muscular e à depleção das reservas de glicogénio nos músculos esqueléticos. Este efeito benéfico dos hidratos de carbono é obtido mediante a ingestão total de 4 g por kg de peso corporal de um adulto, em várias doses, durante as primeiras quatro horas e até seis horas após o exercício físico de elevada intensidade e/ou prolongado conducente a fadiga muscular e à depleção das reservas de glicogénio nos músculos esqueléticos.
 
go back arrow Topo
As bebidas vegetais podem ser consideradas substitutos do leite?
Não. A composição nutricional das bebidas vegetais é muito variável, depende do alimento vegetal que está na sua origem (por exemplo, soja, arroz, amêndoa, aveia, avelã, coco) e do grau de processamento a que foi sujeito. Nenhuma bebida vegetal apresenta a mesma densidade nutricional do leite. Além disso, são muitas vezes fonte de açúcares adicionados e de sal, substâncias cujo consumo deve ser reduzido no âmbito de uma alimentação saudável. Também é frequente que contenham aditivos. Poderão ser fonte de vitaminas e minerais apenas se forem adicionados por opção do fabricante. Dependendo da sensibilidade do consumidor, também podem ser fonte de substâncias ou produtos que provocam alergias ou intolerâncias, como é o caso da aveia, da soja, das amêndoas e das avelãs.
 
go back arrow Topo
go back arrow Voltar ao Topo

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para saber quem são os nossos visitantes e, desta forma, prestar um melhor serviço, mais seguro e personalizado para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies. Pode consultar os Termos de Utilização do site aqui.