Alternate Text
CNAM
Leite é Bom Alternate Text Alternate Text
Mitos e verdades do leite Alternate Text Alternate Text
Mitos e verdades do leite
go back arrow anterior
Cnam Factos1


1. O leite ajuda a dormir melhor.

Verdade.
Um dos aminoácidos do leite, o triptofano, é responsável por modular a produção de serotonina (um neurotransmissor que dá sensação de bem-estar) que, por sua vez, é percursor da melatonina, a qual induz o sono. Para ser mais eficaz, é necessário que o leite seja ingerido a temperatura tépida e acompanhado de uma fonte de hidratos de carbono (p.e. tostas, pão, cereais integrais).

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.







2. O leite engorda.

Mito.
Pelo contrário, diversos trabalhos de investigação sugerem que a inclusão de produtos lácteos magros em planos alimentares para perda de peso pode auxiliar na diminuição do peso e também na diminuição da massa gorda. Desta forma, a inclusão de leite num plano alimentar para perda de peso poderá ser interessante no âmbito de uma alimentação saudável, completa, variada e equilibrada.

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.







3. O leite é das melhores fontes de cálcio.

Verdade.
Os produtos lácteos são uma das melhores fontes de cálcio biodisponível. Os outros alimentos com cálcio podem conter componentes quelantes, ou seja, que reduzem a absorção de cálcio, como por exemplo fitatos e oxalatos. Seria necessário consumir cerca de 2,5 chávenas de brócolos, 7 chávenas de feijão vermelho ou 170 g de amêndoas torradas, de forma a ser absorvido o cálcio equivalente a uma chávena de leite (250 ml).

Adaptado de: Associação Portuguesa dos Nutricionistas. Conhecer o Leite, Coleção E-books APN: N.º 41, outubro de 2016.











4. O leite pode ser um bom alimento para quem pratica desporto.

Verdade.
Beber leite após o exercício pode ajudar a reduzir a degradação muscular e a melhorar a recuperação, o que pode ajudar a melhorar a performance no próximo treino. (1,2) Para além disso, a ingestão de leite após o treino permite uma boa recuperação do equilíbrio de fluídos do corpo. (3)










5. Um intolerante à lactose não pode beber leite.

Mito.
Os intolerantes à lactose podem conseguir digerir quantidades variáveis de leite ou de outros produtos lácteos sem sintomas, consoante o grau de intolerância. De acordo com a EFSA, a maioria dos indivíduos diagnosticados com intolerância à lactose consegue tolerar 12 g de lactose numa única toma, que equivale aproximadamente a 1 copo de leite de 250 ml! (4) Para quem sente desconforto abdominal, já existe no mercado um leque variado de opções lácteas “sem lactose”.







(1) THOMAS K, et al. Improved endurance capacity following chocolate milk consumption compared with 2 commercially available sports drinks. Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism. 2009;34:78-82. (2) COCKBURN E, et al. Acute milk-based protein-CHO supplementation attenuates exercise-induced muscle damage. Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism. 2008;33:775. (3) SEERY S. and JAKEMAN P. A metered intake of milk following exercise and thermal dehydration restores whole-body net fluid balance better than a carbohydrate-electrolyte solution or water in healthy young men. British Journal of Nutrition (2016), 116(6):1013-21. (4) EFSA Panel on Dietetic Products, Nutrition and Allergies (NDA); Scientific Opinion on lactose thresholds in lactose intolerance and galactosaemia. EFSA Journal 2010;8(9):1777. [29 pp.].

go back arrow Voltar ao Topo

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para saber quem são os nossos visitantes e, desta forma, prestar um melhor serviço, mais seguro e personalizado para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies. Pode consultar os Termos de Utilização do site aqui.