Alternate Text
CNAM
Vida Saudável e Bem Estar Alternate Text Alternate Text
Refeições Alternate Text Alternate Text
Refeições
go back arrow anterior

Um Regresso às Aulas muito saudável - Dicas para os melhores lanches escolares para os filhos!

por Maria Gama, do Blog Põe-te na Linha
Mimosa Poe Te Na Linha
A Obesidade Infantil é um tema atual e de grande pertinência, uma preocupação constante e que se deve ter em conta. Antes de mais, os hábitos alimentares em casa são fundamentais para a alimentação das crianças. Os pais e educadores têm uma influência muito importante para as preferências e hábitos alimentares adquiridos durante a infância, pelo que é essencial serem o exemplo.

De forma a combater a obesidade infantil é fundamental um dia alimentar saudável, desde o pequeno-almoço até ao jantar e/ou ceia. Os lanches na infância são um desafio, uma vez que muitas vezes a grande dificuldade dos pais acaba por ser que tipo de alimentos enviar para a escola. Os lanches que são enviados para a escola devem fornecer a energia necessária para as atividades que vão ter durante o dia.

Além de prevenir o excesso de peso e obesidade, os lanches melhoram a concentração escolar, a boa disposição e o controlo do apetite ao longo do dia. Por isso mesmo, a preparação da lancheira dos mais pequenos é um assunto muito importante e para o qual os pais têm de estar informados. Tal não significa proibir tudo às crianças, mas fazê-las perceber como a alimentação saudável é importante e de que forma podem comer de tudo, desde que equilibradamente.
Muitas vezes as dúvidas dos pais prendem-se com a facilidade em conseguir transportar esses lanches. Primeiro que tudo, é importante ter em atenção o tipo de lancheira, uma vez que é importante que seja do tipo térmica para conseguir manter a temperatura dos alimentos. Além disso, se for uma lancheira alusiva e com cor, ao gosto do seu filho, será ainda mais fácil.
 
Deste modo, promova lanches saudáveis. Muitas vezes o lanche é oferecido pelas escolas, o que torna mais difícil controlar o que as crianças comem. No entanto, mesmo quando o lanche é preparado em casa também não costuma ser o mais adequado. Se o lanche da manhã é oferecido na escola e não existe outra solução além de o aceitar, porque não mandar um lanche saudável para a tarde?

Deixe de lado batatas fritas, bolachas maria, bolos, sumos e refrigerantes! Este tipo de alimentos não tem de estar presente em nossa casa nem na lista de compras, pois são altamente calóricos, ricos em açúcar e não trazem nada de benéfico à saúde das crianças. São alimentos práticos para transportar e que não dão trabalho a preparar, mas prejudiciais para a saúde do seu filho, podendo ser substituídos por outros, igualmente práticos, mas saudáveis, ideais para incluir na lancheira dos mais pequenos.

Os refrigerantes são muito pouco ricos nutricionalmente, sendo constituídos por ingredientes que não constituem uma mais valia para a nossa saúde e das nossas crianças.
Por oposição, temos, por exemplo, o leite que constitui uma opção na composição dos lanches escolares e também para toda a família, não só por ser um alimento de elevada densidade nutricional ao ser fonte de proteínas de alto valor biológico, hidratos de carbono, lípidos, vitaminas, cálcio e outros minerais. Sendo assim, deve optar por leite em detrimento de refrigerantes ou sumos, uma vez que, além de saciar, a sua composição é mais interessante em termos nutricionais, o que contribui para um dia alimentar mais saudável.

É fundamental termos em atenção a composição nutricional dos alimentos que incluímos no lanche dos mais pequenos, de forma a deixar de lado produtos industrializados e processados, ricos em açúcar e em gordura. As crianças de hoje são a geração seguinte!

Algumas ideias de combinações:
  • Pão escuro com 1 fatia de fiambre de peru + 1 pacotinho de leite
  • Amêndoas ou nozes + 1 pacotinho de leite
  • Papas de aveia
  • Panquecas de aveia + 1 peça de fruta + 1 pacotinho de leite
  • Panquecas de aveia

Ingredientes:
  • Flocos de aveia (3 colheres de sopa)
  • Sementes de chia (1 colher de chá)
  • Sementes de girassol (1 colher de chá)
  • Leite magro (150ml)
  • Ovo (1)
  • Banana (1)

Modo de Preparação e Confeção:
  • Coloque os flocos de aveia, as sementes de chia, o ovo, o leite magro e a banana num recipiente e triture.
  • Numa frigideira anti-aderente, sem qualquer adição de gordura, coloque o preparado anterior. Normalmente uma colher de servir sopa é suficiente para cada panqueca. Tenha em atenção a quantidade de massa colocada, uma vez que maior quantidade de massa resultará numa panqueca mais grossa.

Pegar num pacote de bolachas e num sumo demora o mesmo que pegar num pacote de leite e colocar flocos de aveia dentro de uma marmita. Pode mandar os lanches em marmitas ou em frascos, tudo preparado de casa.

É importante ter em conta a faixa etária da criança e as suas necessidades individuais, sendo as combinações indicadas meramente alguns exemplos. Além disso, também será importante que tente incluir as crianças na preparação das lancheiras como forma de estes ficarem envolvidos com os alimentos.




Este artigo é da autoria da Nutricionista Maria Gama, do Blog Põe-te na Linha! A sua cópia ou utilização deve ser antecipada de autorização da própria.
go back arrow Voltar ao Topo